TROPA DE SHOCK - “Quantum” (MS Metal Records - 2017)

AUTOR: Alex Viana

http://www.reidjou.com/resenhas/tropa-de-shock-quantum-ms-metal-records-2017/
Postado por: Val Oliveira, em 03 de outubro de 2017 | 131 hits  

Nota: 09.5/10.0


“Quantum” é o mais novo álbum da batalhadora TROPA DE SHOCK, terceiro lançado pela MS Metal Records e, podem apostar, o melhor disco dos caras em muitos anos a fio.


A produção mais uma vez contou com a experiência do vocalista Don, que deixou sua marca de forma que o som remetesse de imediato aos anos oitenta, ou seja, aqui você vai encontrar um Heavy Metal Tradicional rústico, técnico e extremamente saudosista. Pra mim, que já cheguei aos quarenta, este disco meio que completou um ciclo na carreira dos caras, que já passaram por imensas dificuldades durante tantos anos de atividades em nosso, não tão generoso, underground nacional.


Apesar das trocas constantes de integrantes, apenas mantendo-se firmes o já citado cantor e o baterista Marcio Minetto, a banda vem com aquela pompa inabalável para apresentar canções que podem vir a se tornar hinos do Heavy Metal feito no país. Partindo desta premissa, a trinca composta por “Space Time”, “We Need The Key” e “Other Universes” meio que se sobressai, dentro de uma salada musical que não se propõe a reinventar a roda, e sim, ir muito mais a fundo no tradicionalismo proposto pelo estilo.


O TROPA DE SHOCK chega a 2017 mais forte do que nunca, com um disco matador e que pode abrir as portas da banda para o mercado internacional. Já não era sem tempo, não é mesmo? Parabéns aos caras e para a gravadora que continua apostando na sua força e profissionalismo.


 



 
PARCEIRO:

VEJA TAMBÉM

MALEFACTOR – “Sixth Legion” (Black Order Productions – 2017)


VOCÊ SABIA?
Nostradamus x Bola
Circulavam boatos na época de que uma profecia de Nostradamus diria que um festival na América do Sul acabaria em tragédia. Para combater os rumores, a organização contratou um astrólogo, chamado Bola, para fazer o mapa astral do Rock in Rio. Ele disse que seria um festival tranquilo e acertou em cheio os resultados, até nos pontos baixos (falta de lucro e mau tempo).